Projeto Transmídia

Em 2016, iremos comemorar os 180 anos do nascimento de Antonio Carlos Gomes. Ainda hoje, a pessoa e a obra deste compositor e maestro que brilhou na segunda metade do século XIX é reconhecida por especialistas no Brasil e no mundo. Carlos Gomes não só foi o maior compositor brasileiro, como também o único não europeu a alcançar sucesso absoluto na era de ouro da ópera, ombreando com Verdi e Puccini. Por outro lado, sua trajetória foi marcada por tragédias e dificuldades, como a perda precoce da mãe, a infância humilde em Campinas e a morte de quatro filhos ainda pequenos. Desse amálgama de glória e dor, luta e sucesso, tendo como pano de fundo os costumes e conflitos da época, pode ser extraído um potente drama histórico que resgata a vida e obra de um dos mais ilustres brasileiros de todos os tempos, talento unânime capaz de emocionar plateias de todo o mundo.

O projeto BRAVO MAESTRO!, concebido por Teresa Aguiar (diretora da TAO Produções Artísticas) e Ariane Porto (Professora do Instituto de Artes da UNICAMP) incumbe-se dessa missão e vai além. Concebido na forma de um ambicioso e amplo projeto transmídia, prevê a entrega dos seguintes produtos:

Longa-metragem para cinema: numa narrativa arrojada, um filme-ópera na linha do vencedor do Oscar, “Amadeus”, dirigido por Milos Forman, a obra irá se concentrar nos acontecimentos cruciais da vida de Carlos Gomes e sua jornada do interior do Brasil aos palcos gloriosos da Europa em busca do prêmio mais desejado: o reconhecimento em sua pátria.

 Minissérie televisiva: expansão e aprofundamento do longa metragem, discorrerá com mais detalhes sobre a aclamada obra de Carlos Gomes e sobre o que ele viu e viveu em suas andanças pelo Brasil e o Mundo – com o cuidado de adequar-se ao ritmo e ao conteúdo esperado no formato da grade da rede de televisão que irá exibi-lo.

Ópera: como não poderia deixar de ser, o mestre será celebrado em seu domínio. A jornada e as criações de Carlos Gomes serão levadas aos palcos, cantadas em versos líricos e acordes eruditos, de modo que a arte espelhe sua vida.

Material educomunicativo: o projeto pretende aproximar as novas gerações do personagem e da obra do ilustre compositor. Para isso, serão desenvolvidos conteúdos educativos em mídias tradicionais para distribuição em escolas e eventos comemorativos e em formatos digitais, de modo a atingir os mais variados públicos pela internet, incluindo-se as redes sociais.

O projeto BRAVO MAESTRO! Integra as atividades comemorativas do 50 anos da UNICAMP.


TONICO

Uma História do Brasil

Apresentação

Ópera inédita sobre a vida e obra de Carlos Gomes.

Conhecido também como Nhô Tonico, Antonio Carlos Gomes (Campinas, 11 de julho de 1836 - Belém, 16 de setembro de 1896) fez carreira de destaque na Europa, sendo o primeiro compositor brasileiro a ter suas obras apresentadas no Teatro alla Scala de Milão e tornando-se o mais importante compositor de ópera do Brasil de todos os tempos.

A necessidade de apresentar essa trajetória e suas relações com a História do Brasil se faz presente para que a sociedade brasileira conheça e valorize adequadamente o grande maestro e compositor que foi Carlos Gomes, que enfrentou as dificuldades de sua origem humilde - filho de Manuel José Gomes (Maneco Músico) e dona Fabiana Jaguari Gomes, a quem ele perdeu tragicamente ainda criança.

A grandiosidade de sua obra artística é fruto de um talento nato e incomparável, aliado a uma grande dedicação e trabalho árduo, que se sobrepôs às dificuldades de uma vida marcada pela luta. Seu pai vivia em dificuldades, com seus muitos filhos para sustentar e com eles formou uma banda musical, na qual Carlos Gomes deu seus primeiros passos no mundo artístico. Desde cedo, revelou seus pendores musicais incentivado pelo pai e depois por seu irmão, José Pedro de Sant'Ana Gomes. Aos quinze anos de idade, compôs valsas, quadrilhas e polcas. Aos dezoito anos, em 1854, compôs a primeira Missa, a Missa de São Sebastião, repleta de misticismo e dedicada ao seu pai.

O que aconteceu na curta e intensa vida de Carlos Gomes desde que deixou Campinas, ganhou a Corte e depois a Europa, até voltar para Belém do Pará, onde faleceu aos 60 anos, é uma história de lutas, dificuldades, superação e vitórias. O grande Maestro Carlos Gomes, condecorado pelo seu amigo, o Imperador Dom Pedro II, com a Ordem da Rosa, ganhou também o mundo com suas obras magníficas.

A escassez de material e de conhecimento do grande público sobre a vida e obra do Maestro faz com que esse projeto se torne essencial para a difusão desse capítulo da história da música que tem um brasileiro como seu protagonista.

Libreto e música – Achille Guido Picchi

Direção de atores – Teresa Aguiar

Produção – Ariane Porto

 


Longa Metragem

BRAVO! - O Filme

Belém do Pará, 1896.

Um velho deitado numa rede, na varanda de um velho casarão. Faz calor e a umidade da floresta Amazônica impregna o ar com sons e cores fortes que contrastam com a palidez do velho. Porém, o que o desperta não é o calor nem os sons da mata, mas a voz potente de um índio que corre na floresta densa e escura até encontrar a luz forte de uma clareira...

 

Em 2016 comemora-se os 180 anos do nascimento de Antônio Carlos Gomes. Pensando em homenagear este grande compositor e maestro, mostrando às pessoas um pouco quem foi este brasileiro que brilhou na segunda metade do século XIX, a TAO Produções se dedica ao tema desde 2012 e apresenta o projeto deste longa-metragem sobre a vida e obra do Maestro Carlos Gomes. O filme tem confirmada a participação de Lima Duarte e Laura Cardoso no elenco.

Apesar de ter sido o único não europeu a alcançar sucesso absoluto na era de ouro da ópera, nivelado com Puccini e Verdi, sua verdadeira luta sempre foi o reconhecimento em sua terra natal.

Este filme vem com o propósito de auxiliar nesse processo, a fim de relembrar as velhas gerações da sua existência e apresentá-los às novas gerações.

Numa narrativa anacrônica e contemporânea, passeia por memórias, conflitos, dúvidas e devaneios que marcaram a vida desse homem. Vida marcada por tragédias, como a perda precoce da mãe, ainda quando criança.

 

 


DADOS DE CAPTAÇÃO ANCINE

O projeto do filme foi o ganhador do prêmio do Edital

Brasil-Itália 2013 no Programa de Cooperação

Bilateral entre a Ancine e a Direzione Generale per il

Cinema (DGC), da Itália, na categoria Roteirista

Profissional.

Está aprovado junto à ANCINE – Agência Nacional de

Cinema e apto a captar recursos via renúncia fiscal.

SALIC:140134

Port. 0070/2014

Valor aprovado – 1º A - R$ 3.500.000,00

Valor aprovado – 3º A - R$ 1.652.816,00

Outras Fontes – R$ 2.000.000,00

Contrapartida – R$ 376.464,00

Total Aprovado – R$ 7.529.280,00

Contato: arianeporto@taoproducoes.com

(11) 9 9918 – 9850

www.carlosgomes.art.br